Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

terça-feira, 10 de novembro de 2015

PÁSSARO ALADO

         Arrebatei um sobrevoo
Na imensidão entre as colinas
Travessias de mares...
Debrucei na soleira da tua janela
Arquei minhas asas
Num aceno e chamamento
Teus olhos fitaram os meus...
Alcei um voo, e na leveza.
Arranquei teu sofrimento de olhos marejados
Percorremos um arranha-céu de pedras
Pairamos entre as nuvens
Coração pulsava na vibração de um romance
Calado, o pássaro alado...
Debruçou na soleira da janela
Devolveu sua amada
Retornando na angustia de noites frias
Presumindo distantes alegrias
De novos voos que faria
Na beleza de um semblante
Em seus olhos irradia...








Nenhum comentário:

Postar um comentário