Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Emaranhado

Teu corpo no meu
É um sol escaldante
Queima sem queimar
Arde sem ardor
Restaura sem ser restaurador
Composição sem ser compositor
Cria sem ser Criador
Recria sem ser reciclador

O teu corpo me envolve qual novelo de lã
Tece sem ser tecedor
Agasalha sem ser cobertor
Ama-me sem ser Amor...

Teu corpo é abrigo no meu corpo
Sonho de um sonhador
Poesia para um trovador
Versos, prosas e romances.
Que eu gosto de compor...

2 comentários:

  1. Beleza de texto de amor! Um dos melhores dos teus.Abraços.
    Hamilton

    ResponderExcluir
  2. Agradeço por suas gentis palavras e incentivador quando os leitores deixam seus comentários. Um abraço fraternal.

    ResponderExcluir