Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

HABITAÇÃO(Gibran)

Vossa casa não será uma âncora,mas um mastro.
Não será uma fita reluzente que recobre um ferimento,
mas uma pálpebra que protege o olho.
Não dobrareis as asas para poder atravessar as portas,
nem curvareis a cabeça para não bater nos tetos,
nem retereis vossa respiração para não sacudir
e abalar as paredes.
Não morareis em tumbas feitas pelos mortos para os vivos.
E apesar de ser a magneficiência e esplendor,
vossa casa não conterá vosso segredo nem abrigará
vossa nostalgia.
Pois aquilo que é ilimitado em vós,mora no castelo do céu,
cuja porta é a bruma da aurora e cujas janelas são os
cânticos e os silêncios da noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário