Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Vestida de flores

Hoje me vesti de flores perfumadas e delicadas
Nas linhas que demarcam o ontem e o hoje
Sensação de um viço
Vinha do mar... Respirei o ar puro daquela noite enluarada
Coloquei meu vestido de renda e sai sem destino
Meus pés tocavam a areia alva com as águas a refrescar
O brilho da Lua bailava sobre as ondas com o meu assoviar
Uma canção antiga para quem ama, não a tempo de escutar.
Os olhos apreciavam o céu e contei as estrelas
Luzes foram cobrindo o caminhar com a leveza da minha alegria
Sorriso largo rindo para a vida
Um sorriso que emocionava e lágrimas caiam presenteando um novo dia
Despertar de mãos, coração, pulsação neste mesclar de pura paixão.
O instante dessas andanças calçou o presente... Suspirei num futuro...
Onde os luares terão mais brilho e o céu recheado de estrelas




Nenhum comentário:

Postar um comentário