Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sábado, 9 de novembro de 2013

OLHOS DE CRIANÇA

 
 
Estes teus olhos menininha
Expressam a indignação do mundo
Um olhar que não entende
A atrocidade interminável
De um planeta imundo
Não olhes desta maneira
As pessoas não são iguais
Umas não pensam na realidade
Outras tentam amenizar esta ansiedade
Nos teus olhos radiantes de paz
São eles que determinam a inocência
Perdidas nos olhos dos adultos
Pela miserável ideia que a vida é um combate

Entre as raças diferentes...
Para ver quem é melhor neste mundo
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário