Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

DESENCONTROS


Renúncia do sentir e do querer...
Lanço-te nos prados observando teus galopes
Velozes desaparecendo nos confins...
Fugaz veio ao meu encontro e foges de medo...
Não sou juramento em teus lábios e nem nos meus serás...
Fomos encontros com desencontros
Vidas que se cruzaram sem acostamento
Despenhadeiro de sonhos revirados em pesadelos
Brilhos nos olhos qual vela apagada
Tornamo-nos alheios misturados ao mundo

Um mundo nosso que hoje morreu
Desaparecendo ao poucos com o por do sol...

 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário