Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

FORRÓ

O termo talvez seja uma corruptela do inglês "for all", que se
escrevia em grande tabuleta nos canteiros de obras chefiados por
ingleses ou americanos, no Nordeste dos anos 30, indicando que a festa
recreativa era para todos. Pesquisadores nacionalistas, no entanto, alegam
que sua origem vem do termo "forrobodó", que na verdade não deixa de dizer a mesma coisa
somente acrescentando o fato que nessa festa havia distribuição gratuita de comida "bodó".


Nenhum comentário:

Postar um comentário