Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

CRISTAL TRINCADO

Ocaso é punhal afiado dilacerando o coração apaixonado. Não há em ti ou em mim, traços de um romper. Foram os momentos, as circunstâncias de caminhos bifurcados e trincados em um tempo. Os dias ensolarados e as noites com luar, serão os reflexos de nosso passear de mãos dadas pela vida a sonhar. Trançamos uma linha paralela, para andarmos lado a lado e jamais separados. Fragmentados na fragilidade transformados em cacos estilhaçados no chão, que não servem para nada. Há fendas e brechas aparecendo as trincadas que na queda espatifou. Abeirar-se no ápice de todas as emoções afloradas, sem termos desabrochado nos jardins com aromas etéreos. Minguamos nas linhas paralelas e por mais que venhamos percorrer lado a lado, os olhos não mais enxergam a beleza que o outro refletia na retina dos olhos da paixão. Sumimos aos poucos com o nevoeiro de todos os desenganos, andaremos em outras linhas retas com as curvas de outros caminhos, não mais sendo aquela paralela que fazia de nossos dias a vida ser mais bela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário