Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

NOSSO OLHAR NA DISTÂNCIA DO TEMPO. . .


Continuo aguardando o dia em que nossos olhos fixarão  um ao outro.
Uma espera que demarca um tempo , sem relógio.
Meus olhos ao fixarem ,  os teus.
Fará  com que as ondas debrucem  na areia
No horizonte ,  não haverá uma linha divisória
Congelaremos ,  os ponteiros do tempo
Deixando as horas correr soltas
O arco-íris vai colorir nosso sorriso tímido
Os olhos vão sentir a miragem do desejo
Num tempo adormecido...Dos e
squecimentos vividos...
Os nossos olhos serão duas contas de cristal
Sem cristalizar , a espera deste dia
Volitaremos nos espaços vazios
Preenchendo as lacunas
Perdidas na imensidão do Universo
Sem canto ou música preferida
Aguardando o dia ...
Em que nossos olhos fixarão um ao outro
Tocando a orquestra da vida ...
Embelezando nosso sorriso
Sem sentir o sabor do teu beijo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário