Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

ASCENDÊNCIA

É no bailar de sinfonias
Tocadas, pelo som de um piano (Nocturno)
Que vou ensaiando os primeiros passos
Bailarina da vida e do Espaço...
Flutuo entre os poros e as linhas que demarcam meu corpo nu
Sentindo o nascimento de ser mulher-menina
Abrindo os braços deixando a poeira baixar
Voltando a ser criança, a brincar com as lembranças
Insistentes pensamentos, que brincam com ascendência
Do que fui e do sou...
Envolta de sossego e liberdade
Inicio as gesticulações dos movimentos, um festival de cores
Na foto em preto e branco
Negativo de momentos esquecidos
Qual um cisne negro a debater-se, no instante preciso...
Transformando o meu espetáculo, sem aplausos e sorrisos
Aflorados e exposto, ao relendo e ao vento
Levando de mim, as sobras dos tormentos
Invasores de pensamentos
Que na minha alma, não fazem morada...

Nenhum comentário:

Postar um comentário