Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Biografias desconhecidas...




 Sou mendiga de carinho aos desvalidos
Solidariedade com amor dividido
Na presença dos grandes amigos          
Não os escolho por aparências e sim pela essência
Percebendo uns deprimidos... Outros humilhados
Num desprezo... Sentindo o dissabor da vida
Optam os espaços mais úmidos e sombrios
Escondendo-se da insensatez e dos desatinos
Adotam de um lado para o outro
Sem perguntar as horas, o dia, o ano ou o mês.
Seguem na esperança de ter acalento
Uns choram, contam suas biografias.
Pequenos borrões em folhas sem tinteiro
Percebem que o tempo está perdido
Em seus delírios
 Não creem num suposto envolvimento com o amor.
Não mencionam para não aumentar a dor
Seus apelos se esvaem junto dos sonhos
Restritos a um beco sem luz
Espaços vazios de vidas inacabadas
Pintura sem moldura
Artistas no anonimato
Na página do mundo mais um retrato...
Biografia desconhecida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário