Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Abri o coração


Tracei um roteiro de aventuras
Abri o coração
Deixando os trilhos aparecerem
Seguindo estradas meio aos arbustos
Admirar as gaivotas em plenos voos sobre o mar
Deixar a luz inundar
Os pulmões encherem-se de oxigênio
Trilhar caminho meio ao deserto ou civilizado
Contrastes de vidas espalhadas
Vividas e revividas uma trajetória de histórias
Voltando qual um espectro
Liberta dos sobressaltos e inquietações
Se caso eu parar entre os trilhos e nada ver
Haverá um contentamento
Rasguei o peito e deixei a luz penetrar
Sendo um pouco de ternura
Dedicando meu ombro amigo
Á um coração a chorar...



Nenhum comentário:

Postar um comentário