Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Silêncios Interiores

Flutuarei internamente
Sobre as águas revoltas e calmas
 Transbordando em meu Ser
Feixes matizados eclodem no Universo
O sol extemporâneo de sentir emerge
Aparecendo qual arco-íris no horizonte
São chuvas de lágrimas
Escorrendo pelos poros do que sou...
Aflições diárias escorrendo por mares
Quebrando em ondas e descansando na areia alva
Esguia vai submergir ao fundo do oceano.
Voltando ao seu estado natural
Qual concha a se fechar
Com as inquietudes interiores a gritar
Esperando o silêncio
Para deixar a pérola rolar...



Nenhum comentário:

Postar um comentário