Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Lembranças de um picadeiro

A lona ergueu e junto meus sonhos sublimam
Tão alto... Que do alto avisto os desatinos
A vida de um palhaço
No disfarce desta maquiagem, há vida.
Quem sabe sem sorrisos e gargalhadas
Um projeto de criança que o anfiteatro o fez
Cada instante de alegria o coração impõe
No picadeiro sou outro... Sem a semelhança do que tento ser
Sou da timidez um espirituoso
Da estrada um devaneio
Cada parada um novo arrebatamento
Na correria de lá pra cá
Meus olhos cansados e fadigados
Soluçam no camarim
Um lamento de emoção
Lembranças da donzela
Da boca com batom carmim




Nenhum comentário:

Postar um comentário