Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

PEREGRINO DE MULTIDÕES

 
 
 
 
No véu do esquecimento
A indumentária carrega nos ombros
Atravessando vendavais em desertos
Suave brisa envelhecedora de rugas
Marcantes quanto ferro em brasa
Peregrino de multidões
Atravessa e esbarra nos sonhos
Sem natureza nos olhos
Encharcados de lucidez
Sobe no monte mais alto
Sobrevoa na Imensidão do próprio Ser
Buscando almas afins sem interesse no que venha a Ter
Um homem livre de convenções sociais
Sobrevivendo da cultura vasta das civilizações
Liberta-se do convencional
Carregando como bagagem
SER LIVRE E VIVER AS EMOÇÕES
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário