Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

terça-feira, 5 de junho de 2012

O BARQUEIRO



Desponta ao longe
Um barqueiro
A sorrir
Carregado de peixe
Está por vir.

Na beira da praia
De vestido florido
Surge a sombra
De uma mulher
A espera do
Escolhido.

Os sorrisos encontram-se
Sobre as ondas
A brisa com seu frescor
Refresca os corpos
Ardendo de calor.

O barqueiro
Atraca seu barco
Corre cansando para
O braço de quem lhe espera
Trocando beijos
E promessas de amor.

Um comentário:

  1. Belíssima, esta poesia é "uma página da vida".
    Parabéns.
    Abraçãoo

    ResponderExcluir