Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

CONTRASTES III

De todos os contrastes:
Há o amor e ódio
Há traição e o perdão
O pecado e a remissão
O desespero e a calma

O sexo e a sedução
O pobre e o rico
O gordo e o magro
O faminto e o alimentado

Contrastes que distorcem os olhos
De quem clama por justiça
Que presencia todos os dias
Discórdia
Guerras Urbanas
Policias de campana
Morros lotados
Crianças a mercê
Políticos de mãos dadas
Povo Trabalhador...
Conquistas esparsas
Nepotismo
Fanatismo de um mundo
De contraste
Na visão de um povo sofredor

2 comentários:

  1. Fazendo uma leitura mais profunda, vi na tua poesia momentos em que a metáfora, confunde-se com a antítese, levando o ser humano a uma reflexão mais próxima da alma; a antítese poética não pretende, como a de ordem filosófica, resolver, e muito menos elucidar, as contradições do Universo ou do pensamento; ela pretende somente exprimir todo o 'claro-escuro' da vida através de expressões intuitivas. Sandra você é de +.
    Abraçãooo

    ResponderExcluir
  2. Afonso querido,

    Suas palavras soam tão bem em seus comentários. Sinto-me lisonjeada, acrescento e mesclo com as reflexões que temos do nosso Mundo Urbano.Os contrastes estão espalhados pelos quatro cantos do mundo. Sensibilidade de ver, sentir são contrastes diferenciadores de escrever, ler e até vivenciar.É desta forma que faço deste canto virtual, o mundo de uma poetisa.
    Beijos de Luz!

    ResponderExcluir