Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sábado, 17 de dezembro de 2011

O criador se mostra nas ondas do mar - Em dueto Athanazio Lameira e Sandra Queiróz




A tarde fica suspensa no ar. / As cores formam arabescos no céu
O horizonte marca o fim do dia. / A lua nasce 
O sol se esconde deixando a maravilha de seus reflexos no mar / Um laranja avermelhado
O barco segue aproveitando a corrente a mercê de suas velas / Some no horizonte


O amor se refaz. A canção nos conforta./ Embalados pelo marulhar 
A dose mais forte da paixão nos desperta para a vida./ Olhos enaltecem com a paisagem
A natureza graciosa nos trás beleza e fé. / Harmonia e o nosso amor transforma
O criador se mostra no vento e nas ondas do mar. / E na beleza que discortino agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário