Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Vertigem - Em dueto Atanazio Lameira e Sandra Queiróz


Na fantasia de uma noite / Voei para longe
Na beleza estonteante / Te procurei
De seu rosto / Recebi um sorriso
...
Coisa linda / Tão perto cheguei
Seus passos / Seguiram os meus
Suas pernas / Cruzaram-se nas minhas
Na avenida / Seguimos lado a lado

Não há similar / Somente presença
Na natureza / Percorri florestas

Você é uma princesa / Sonho, fantasia
De olhos grandes / Suspiras amor

Flor que só brota / No coração de um homem
Em mata virgem / Relva a explorar

Vira vertigem / Emudeço
Quando a vejo / Enlouqueço
Sorri / Vertigem plena

Seus braços no ar / Sinais de felicidade
Gestos / Sutis gestos
A perfurar meu coração / Fixando-se feito tatuagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário