Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

ALVORADA



O sol rompendo a
Resistências das nuvens
Tinge o céu de vermelho escarlate

A natureza acorda sonolenta
Com o despertar da passarada
Que harmoniosamente executa
Um hino de louvor ao dia

Os primeiros reflexos
No mar é lançado
Seus raios fulgurantes
No grande espelho refletido
Dançando a valsa da brisa

As ondas entrelaçadas
Debruçam suas espumas
Que vem beijar as praias

Este deleite do nascer do sol
De mansinho
Inundando de infinita beleza
Para sempre levou
Aquela minha secreta
Intensa
Tristeza...

Nenhum comentário:

Postar um comentário