Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sábado, 27 de novembro de 2010

Eletricidade provoca leucemia (Informação Importante)

O assinto em foco, é a luta de moradores que estão se mobilizando, contra os postes de alta tensão. Nas ruas e proximidades de onde residem.Fica alguns alertas para quem desconhece o assunto das várias doenças que causam levando a morte.
Estes textos foram permitidos pelo autor, que apresenta em seu blog.http://pauloroneyavilafagundez.zip.net/
Interessante de ler e acompanhar a luta travada contra empresas que em Santa Catarina chama-se CELESC,indo muito além...

O EXEMPLO QUE VEM DE PORTUGAL

Serzedelo recebe movimento contra Linhas de Alta Tensão
Dezenas de pessoas que integram o Movimento Nacional Contra as Linhas de Alta Tensão em Zonas Habitadas vão manifestar-se durante a tarde.

O movimento escolheu Serzedelo como sede da primeira reunião devido à "forma anormal como convivem moradores e cabos de alta tensão" naquela localidade.

"Serzedelo é um exemplo paradigmático da realidade portuguesa", sublinhou Helena Carmo, membro do movimento oficialmente legalizado em 27 de Maio.

Segundo o levantamento realizado por moradores, foram registados em Serzedelo 76 novos casos de cancro nos últimos dez anos.

A delegação de saúde pública de Guimarães está já a fazer um estudo epidemiológico, que deverá ficar concluído em Julho, no sentido de analisar se existe uma relação entre as radiações das dezenas de cabos de alta tensão e vários problemas de saúde que afligem a população.

Neste primeiro encontro nacional deverão ser aprovados os estatutos do movimento recentemente legalizado e eleitos os seus corpos sociais.

No entanto, não são apenas as questões administrativas e organizacionais que estarão em foco durante a reunião marcada para esta tarde em Serzedelo.

O movimento vai estudar e decidir formas de protesto contra a instalação de Linhas de Alta e Muito Alta Tensão em zonas habitadas.

O movimento é integrado por moradores de Almada, Amadora, Batalha, Guimarães, Odivelas, Panefiel, Seixal, Silves e Sintra.
http://ww1.rtp.pt/noticias/?article=62999&visual=3&layout=10

Escrito por Paulo Roney Ávila Fagúndez


Eletricidade provoca leucemia

Uma pesquisa sueca revela que a energia dos fios de alta tensão leva à leucemia infantil: quanto mais perto das linhas, maior é o risco da doença.
Uma pesquisa sueca realizada em 500 000 residências a menos de 300 metros de linhas de alta tensão forneceu os mais precisos dados sobre a ação da eletricidade no organismo. A conclusão é que a energia dos fios leva à leucemia infantil: quanto mais perto das linhas, maior o risco da doença. Melhor dizendo, o risco está ligado à intensidade da força eletromagnética emitida pelos fios elétricos. Por exemplo: as máquinas de café domésticas contêm bobinas que agem como ímãs fracos - com intensidade de 1 miligauss . O que a pesquisa sueca mostrou foi a seguinte correlação: quando a intensidade passa de 1 para 2 miligauss, o risco de leucemia triplica; quando passa para 3 miligauss, o risco quadruplica, assinalam os autores da pesquisa. E difícil imaginar que o aumento do número de casos tenha um outro motivo que não seja a eletricidade. Embora muitos outros estudos, nos últimos dez anos, tenham apontado laços suspeitos entre eletricidade e leucemia, ainda não foi estabelecida a relação de causa e efeito entre uma coisa e outra.

http://super.abril.com.br/superarquivo/1993/conteudo_113439.shtml

Escrito por Paulo Roney Ávila Fagúndez

Nenhum comentário:

Postar um comentário