Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

FLUTUANDO NO TEU OLHAR

Nos teus olhos
Sinto a profundidade d’alma
São neles que desejo o mesmo desejo
Deste que olha e me consola
Nas noites sem luar

Semi nua me sinto
Flutuando nos teus olhos
Navio navega em sentimentos
Deste marujo amante
Hipnotizando-me sutilmente

Na viagem do êxtase
Em delírios flutuantes
São teus olhos fixados aos meus
São os meus fixados aos teus
Seguimos um desejo do corpo
Na fala dos sentidos
Monitorando o desejo e sucumbindo
Meu libido

Estes olhos que flutuo
São os teus
Bem sei dos olhares trocados
Instantes únicos observados
Sem falar, simplesmente olhando
Desta forma que flutuo ,em teu olhar
Será mera coincidência?
Ou já flutuei
Em algum outro lugar...


Nenhum comentário:

Postar um comentário