Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

ENCONTRO DESCONEXO


Silencio absoluto
Ronda meus pensamentos
Salto nas correntezas
Cristalinas de lembranças
Suspensas em linhas invisíveis

Tento compreender
O significado do mergulho
Procuro
Encontro outra forma
Com traços marcantes
No presente

Neste papel
Brotam ideias
Inspiração
Vem de mim
Ou do encontro
Que me perdi

2 comentários:

  1. Escreve muito bem, o poema ficou lindo!
    beijo, ótimo fim de semana

    ResponderExcluir
  2. Obrigada amiga poeta,

    Desejo um estupendo final de semana junto a bela família.

    Beijos de Luz

    ResponderExcluir