Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

VIAGEM


Escuto uma música suave
deslizo sobre a folha branca
um lápis que dança em passos lentos.
O pensar, que dizer do mesmo
fica encolhido dando espaço ao
espaço que conduz a bailarina
ao grande ensaio.
São meus,
são teus
misturados e
mesclados num só compasso.
Flutuo
a beleza
torna-se a mesa esquecida.
Me solto como balões de gás
fugindo para o céu.
Quem encontro
Papai Noel.
Seguro em sua mão e
viajo em seu trenó.
Enquanto o espaço coordena o
que ficou por lá.
Tenho que voltar
o que elaboram
já está finalizando.
No encontro entre luzes e fantasias
sou eu quem
viaja nas maravilhas
das grandes colinas de encontros repentinos.
Entre harpas tocando belos hinos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário