Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

LIDANDO COM OS SENTIMENTOS



É difícil lidar com os sentimentos.
Os abstratos são tão sentidos
quanto queimar a mão no fogo,
ser atropelado, enfim dores
que sabemos explicar e a
outra sentimos no recolher
de nós mesmos.
Imaginemos viver sem sentimentos,
abrange todos os bons e os ruins.
A força dos sentimentos nos faz,
cair ou levantar.
Muitas palavras ditas nos rebaixam ou
elevam-nos, ao ponto de expressar
nossos verdadeiros sentimentos.
Induzir sentimentos bons e repassá-los
é contagiante.
Um sorriso, um cumprimento,
um elogio, um abraço fraterno,
sentimentos demonstrados publicamente
que irradiam um leve toque
no íntimo.
Muitas vezes quando recebo um e-mail,
falam tanto, quanto tê-los ao meu lado,
transfiro este bem querer, que vem
galopando por uma rede ao meu encontro.
Leio, releio, muitas vezes fico emocionada e
sinto um abraço virtual a me abraçar.
Transformar sentimentos anestesiados
em sentimentos vivenciados.
Esconder o que temos de mais verdadeiro
é esconder-se de si mesmo.
Que os sentimentos venham aflorar seja
na alma, na pele, no desejo, mas que seja,
compartilhando vidas e unindo
pessoas, sempre doando o melhor de ti.


Nenhum comentário:

Postar um comentário