Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

lAGUNA DAS BELEZAS SEM PAR ...

Ouvindo a orquestra das gaivotas
ou o marulhar das águas marinhas
sentindo no rosto, nos cabelos o
frescor da brisa que penteia
as dunas,desta terra:
Histórica e legendária Laguna.
A voz determinante da
minha própria consciência
que inspirou-me.
As ruas cansadas,
de sol inundadas,
são calmas e silenciosas.
Os casarios marcados
pelo tempo desgastados,
serão vistos de novo
pelos meus olhos cansados.
Minha alma não percebe nada
pois corre atribulada,
pelas Praias , Museus e Farol,
vagueia por sobre a Lagoa e do
alto do Morro da Glória vê a
cidade descortinada.
Observa os que nela viveram,
o amor que por ela nunca tiveram,
o carinho que jamais sentiram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário