Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO


Do fundo do meu coração, a realidade do mundo momento 
não é fácil apalpar a espinha dorsal da verdade das coisas. 
Por que a essência do mundo é o maior motivo da beleza da vida. 
Tarde longa o azul melancolia, no frio do vento uma mensagem de amor. Então percebo o quanto sou feliz, 
quando recordo o encantamento de nossa história. 
Mais me convenço que a tua felicidade é a minha tranquilidade. 
Dois caminhos se abriram na despedida, 
Duas histórias se bifurcaram, embora guardem em seus 
contextos o mesmo epílogo. 
Duas promessas de muitos anos, num duro instante quedaram-se 
feridas. 
Duas lembranças se vão sumindo como volutas de azul-fumaça. 
O amor-encanto se desfazendo. Apesar disso, meio sem graça 
a vida segue... Dois rumos restam... Indefinidos... 
Dois seres seguem sem esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário