Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

DEVANEIO


Vento, amplidão.
Presença constante do mar.
O sol amarelo-ouro,
dourado velho é um
cenário de todas as cores,
amplia o horizonte distante.
Eterno tema,lugar comum.
Devanear é sonhar,
é recordar sem nostalgia,
sentir uma nova força interior,
vocação para o silêncio e a
trancendência para vários
astros e estrelas no tocante
à qualidade mística.
Dando margem a uma reflexão
sobre a transformação interna.
Lanço meu olhar para amplidão
desvio a vista para as nuvens sólidas,
tendo mil formas, que crescem,agora,
nos cantos do céu azul, quase outono.

Um comentário:

  1. Liindo o Blog.. MARAVILHOSO! Parabéns por tudo está PERFEITO! Beeeijoos.

    ResponderExcluir