Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou a simplicidade casada com a verdadeira essência de um ser. Venho de uma família onde todos trazem e trouxeram em suas bagagens um código espiritual único e capaz de transformar palavras em frases complexas e simples, que ampliam horizontes e rompem barreiras. Sou filha do vento, da água, da terra e do fogo. Tenho minhas fases e mudo conforme a Lua. Sou a busca do exato, na medida disforme das coisas que vejo, e minha mente transcreve. Hoje criando este blog, mostrarei o que em gavetas escondia. Beleza, sinceridade, sede de transcrever o que minha alma sente ao se deparar com uma folha e um lápis, pois é desta forma que escrevo. Na simplicidade de um canto qualquer, mas com essência pura dos sensíveis.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

COMPARANDO

Observando de longe,avistei o mar e o horizonte.
Sentei-me em uma pedra e atentamente comecei
a fazer uma comparação.
Olhava para o infinito e não conseguia definir onde começava e
onde terminaria aquela imensidão de águas cristalinas que chamamos de Mar.
Minha imaginação foi muito além e ousada.
Comparei o Mar com Deus.Imaginei as ondas sua barba branquinha
igual a espuma, a cor refletida das águas seus olhos.
No imenso horizonte onde conseguia ver seu começo ,
mas não conseguia imaginar seu fim.
Como a eterna vida que um dia vamos atravessar.
Deus nos dá como tira,mas de uma forma de ensinamento.
O mar o faz também,tanto nos dá como nos tira.
Quantos se perderam por não ter medo da fúria do mar e
afogaram-se em suas águas.
Os homens do mar,os pescadores,desbravadores trazem
o alimento desse gigantesco mar.
Em sua águas límpidas,profundas e paradas,
escondem mistérios perigo e frieza.
Existem pessoas desta forma:
misteriosas,frias,profundas,paradas e perigosas.
O mar, o homem e Deus é a conexão mais precisa de
observação além do céu e da Terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário